O vinho é uma das bebidas que, se bebida em quantidades adequadas, traz benefícios para o nosso corpo. Portanto, façamos um brinde à saúde.
Os vinhos tintos possuem mais resveratrol, trazendo mais benefícios para a saúde

Final de ano chegando, e mesmo sem a possibilidade de nos aglomeramos como gostaríamos, mantemos algumas tradições. Uma delas é brindar e agradecer a vida, mesmo depois de um ano tão difícil. Alguns brindam com espumante, outros com cerveja, outros com vinho. A enófila, nutricionista e gastrônoma Giovana Ramalho preparou um texto sobre os benefícios à saúde proporcionados pelo consumo do vinho. Leia abaixo.

Saúde. Nunca uma palavra fez tanto sentido nos tempos em que vivemos. Com todas as perdas e dificuldades vivenciadas neste ano de pandemia, o vinho se tornou nosso maior companheiro nos dias de quarentena. O que muitos não sabem é que os benefícios dessa bebida milenar têm sido comprovados em importantes estudos.

Antes de tudo, precisamos compreender onde tudo começou…Seja na antiguidade clássica com relatos do período de Dionísio, ou das uvas cultivadas por Noé, a primeira produção de vinho que se tem registro data de 6.000 anos a.C., e sua função medicamentosa está registrada em Papiros dos antigos sumérios, cerca de 2.200 anos a.C. Essa é considerada a prescrição médica de vinho mais antiga já documentada.

O pai da Medicina Hipócrates recomendava o vinho como desinfetante, medicamento e integrante de uma dieta saudável. Mais tarde, o médico e filósofo Galeno utilizava o vinho como assepsia nas feridas dos gladiadores. Louis Pasteur também considerava a bebida importante para a saúde, declarando-a como “a mais higiênica e saudável das bebidas”.

Hoje, estudos apontam o resveratrol – importante agente antioxidante – como o principal componente benéfico do vinho, utilizado para o bom funcionamento cerebral, e também como agente anti-infeccioso, redutor de riscos cancerígenos, de níveis de LDL e doenças cardíacas, retardador do envelhecimento celular, e ativo no aumento dos níveis de HDL, entre outros.

Mas todos os vinhos promovem benefícios? Os predominantemente tintos e produzidos preferencialmente pela Vitis vinífera, responsáveis pelos chamados vinhos finos, sim. Neles, o teor de resveratrol se mostrou maior, promovendo maior nível de absorção celular.

A quantidade estipulada de consumo de vinho é diferente para homens e mulheres, visto que a metabolização do álcool difere entre eles. No entanto, a premissa é o equilíbrio! O ideal são duas taças para homens ao dia e uma para mulheres, de preferência durante as refeições, e aliadas à prática de atividade física e alimentação saudável. No mais, é aproveitar tudo o que essa bebida maravilhosa tem a nos oferecer e brindar pela nossa SAÚDE!