Para ter um restaurante mais saudável, você precisa fazer pequenas mudanças em sua estrutura.
A preocupação dos restaurantes pós Covid-19 deve ir além da atração de clientes

Devido à Covid-19, muitos restaurantes não conseguiram resistir às proibições de receber clientes, e acabaram fechando as portas. Desde o início da pandemia até julho de 2020, quatro em cada dez bares e restaurantes encerraram as atividades no Brasil, de acordo com a Associação Nacional de Restaurantes (ANR) em parceria com a consultoria Galunion. No entanto, os que ainda permaneceram abertos tiveram que mudar a rotina de trabalho, principalmente em decorrência das restrições no número de clientes, seja por ordem do governo e entidades sanitárias, ou pelo medo do contágio do próprio cliente.

No entanto, por menor que seja o consumo, ele ainda existe, e a tendência é retornar gradativamente. O que muitos empresários do setor de restauração já devem estar percebendo é que o consumidor mudou juntamente com o avanço do coronavírus. As pessoas estão mais preocupadas com sua alimentação, e isso é refletido nos pedidos de delivery, assim como no que é servido nos espaços físicos de restaurantes.

Além disso, uma pesquisa do Reclame Aqui revelou que 60% dos brasileiros estão buscando informações sobre a origem de sua comida. Isso prova que os restaurantes que passarem pela crise da Covid-19 não vão estar livres de preocupações que os obrigarão a se posicionar com relação à escolha do cardápio, seleção de fornecedores, tratamento de funcionários e, claro, quais soluções utilizam para o descarte de resíduos e para evitar desperdício.

Por isso, criamos cinco passos que vão auxiliar você, dono de restaurante e bar, a ter um negócio mais de acordo com essa nova realidade, na qual a sustentabilidade deve ser uma das prioridades. Confira:

1- Escolha seu fornecedor em um raio de 30 km do seu estabelecimento. Isso mostra como você se importa em não agredir a natureza com a poluição do transporte.

2- Faça um cardápio sazonal, respeitando o ciclo dos alimentos. Você sempre terá frutas frescas, sintetizando o respeito à natureza.

3- Escolha equipe que resida próximo ao restaurante. Qualidade de vida reflete no trabalho desempenhado.

4- Ser sustentável inclui também a vida financeira de seu negócio. Esforce-se para que ela seja equilibrada. Isso permitirá novos desafios.

5- É importante conhecer a empresa que recolhe o que é descartado para saber se a segregação dos resíduos é feita de forma correta.

Pequenas mudanças podem não somente atrair novos clientes e fidelizar os antigos, mas posicionar o seu restaurante como um propagador da sustentabilidade, que reflete na saúde de todos os que fazem parte da sua cadeia, incluindo daquela que fornece os insumos para que você elabore suas comidas, a mãe natureza.